Governo do Estado amplia público do Programa StartUP Pará com a publicação de novos editais

Além de capacitação técnica, os chamamentos ofertam investimento financeiro, que não precisa ser reembolsado, para o fortalecimento de ideias e negócios inovadores

Nesta terça (8), durante programação alusiva ao Dia Internacional da Mulher realizada na Casa da Linguagem, em Belém, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) lançou mais duas chamadas do programa StartUP Pará, uma dedicada às mulheres e outra ao público do TerPaz.

thumb21-startup-pará-2022
Foto: Divulgação.

Além de capacitação técnica, os chamamentos ofertam investimento financeiro, que não precisa ser reembolsado, para o fortalecimento de ideias e negócios inovadores no estado do Pará.

Em saudação à secretária adjunta da Sectet, professora Edilza Fontes, o titular da pasta, Carlos Maneschy, fez uma reflexão sobre a desigualdade de gênero e afirmou que “ainda precisamos avançar muito mais, na secretaria vamos continuar os esforços para as mulheres paraenses ocuparem o espaço que precisam ter”, pontuou Maneschy.

Ao público do evento, majoritariamente feminino, Edilza compartilhou partes de sua trajetória e pontuou a relevância do feminismo. “É importante que as mulheres tenham espaço para construir uma trajetória da qual podem se orgulhar, assim como eu tive oportunidade de construir a minha, ao ponto de colocar ‘professora’ na frente do meu nome”, afirmou.

“Vivemos num mundo com relações de poder que nos colocam em situação de risco, é um absurdo o Brasil ser um dos países com os maiores índices de violência doméstica. As mulheres precisam definir limites em todas as suas relações — entre companheiros, filhos e colegas de trabalho — e as políticas públicas têm um papel essencial para este apoio”, finalizou a secretária adjunta.

O StartUP Pará Mulher 

Edital 008/2022 — vai ofertar qualificação para até 20 ideias de negócios, das quais até 15 poderão receber apoio financeiro de até R$ 80 mil. Os setores alvo da chamada são bioeconomia, biotecnologia, educação, turismo, tecnologia da informação e economia criativa — com recorte para as áreas de artesanato, cinema e vídeo, arte digital, arquitetura, cultura alimentar/gastronomia, design de moda e estética.

O InovaTerPaz 

Chamada 003/2022 — busca qualificar até 140 iniciativas de impacto socioambiental que colaborem ou possam colaborar com o desenvolvimento socioeconômico nos Territórios da Paz (Cabanagem, Benguí, Terra Firme, Guamá, Jurunas, Icuí/Ananindeua, Nova União/São Francisco/Marituba). As propostas aprovadas na fase final podem receber até R$ 20 mil em recursos que não precisam ser reembolsados.

Podem participar propostas que englobam temas como economia criativa (cultura, turismo e gastronomia); energia; recursos hídricos; infraestrutura logística; agricultura e alimentos; biodiversidade e biotecnologia; tecnologias de informação e comunicação; meio ambiente; saúde; educação e segurança pública.

A iniciativa é coordenada pela Sectet, pela Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa) e pela Secretaria de Estado de Planejamento e Administração (Seplad), com apoio técnico da Fundação Guamá.

Os editais estão disponíveis na aba de editais do site da Sectet e na plataforma do programa: www.startuppara.com.br.

plugins premium WordPress
Skip to content